Cuidados com as armadilhas dos contratos
13 de novembro de 2017
Meios para as empresas sobreviverem à recessão
13 de novembro de 2017

As organizações e suas reorganizações no combate à crise: ISO9001, bons profissionais do direito e da contabilidade

O escritório Gouvêa Advogados Associados (GAA) é o único do Rio de Janeiro completando, em meados de 2018, o segundo ciclo de 3 anos de certificação pela norma ISO 9001, certificado e auditado periodicamente nesses 6 anos pelo Bureau Veritas, um dos maiores organismos certificadores ISO do mundo.

O GAA buscou a certificação ISO 9001 por saber, na longa trajetória de mais de 54 anos de atuação nos tribunais do Rio de Janeiro e nos de Brasília, que não se faz gestão do negócio sem o envolvimento de todos da organização, daí a relevância dessa norma internacional, de implementação voluntária, que fornece requisitos para a gestão da qualidade dos processos e procedimentos do escritório.

Os benefícios da ISO são bem conhecidos nas grandes empresas mundiais e, em recente pesquisa realizada pelo INMETRO (http://www.inmetro.gov.br/qualidade/pdf/pesquisa_de_percepcao_ISO9001.pdf) restou claro que a organização que tem certificação apresenta o seu histórico melhor que as não certificadas em 75%, que o nível de confiança geral quanto a uma empresa certificada é de 86% em relação às outras e que a qualidade do atendimento é 70% melhor.

Ora, o Gouvêa Advogados Associados bem entende que o sistema ISO 9001 facilita o desenvolvimento de processos internos e a reestruturação das empresas, e, além disso, o GAA sabe, porque faz parte do seu trabalho diário, a importância dessas organizações promoverem sua reorganização societária, reverem seus contratos, sua forma de tributar receitas, etc, isso com auxílio de bons advogados e bons contabilistas, para ser possível também proteger o patrimônio da empresa e dos sócios envolvidos no negócio, especialmente em momentos como o atual, de crise recessiva.

Enquanto o sistema ISO 9001 vai cuidando do desenvolvimento de melhoria contínua na prestação dos serviços e na criação de indicadores e metas para obtenção dos melhores resultados dessa organização, um novo desenho empresarial – simples ou sofisticado – de acordo com as leis vigentes, ou seja, de maneira totalmente legal, poderá fazer significativa diferença na segurança da operação do negócio e dos sócios.

Sobreviver ao ciclo recessivo é possível, mas exige atenção e dedicação dos empresários aos detalhes de desenvolvimento interno e de proteção quanto às possíveis armadilhas dos órgãos governamentais, dos bancos, dos agentes financiadores, prestadores de serviços e demais envolvidos nos processos da organização.

Luciana G. Gouvêa

Luciana G. Gouvêa

Diretoria Executiva
Colou grau na Universidade Cândido Mendes - turma de direito de 1989, advoga na cidade do Rio de Janeiro, inscrita na OAB/RJ sob o nº 71.085, também atua nos Tribunais Superiores em Brasília, dirige a Gouvêa Advogados Associados, é produtora da TV Nossa Justiça e professora de Conscienciologia. Entre 2004 e 2013 foi Conciliadora do Tribunal de Ética da OAB/RJ. Pós graduou-se em Neurociências Aplicadas à Aprendizagem (UFRJ) e em Finanças com Ênfase em Gestão de Investimentos (FGV).